quarta-feira

Mudança de hábito



Sempre fui vítima de um descontrole muito particular.
Desconstruí o meu mundo diversas vezes e diversas vezes, sofri com isso.
Usei máscaras, disfarces e até mesmo venda nos olhos. Levei à sério o trecho de uma música cantada por Gal... "brinque de ser cego e leve à sério a brincadeira".

É...
Acho que não vou mais fazer questão do entendimento alheio, de fato. Descomplicarei minhas relações.
Irei desconstruir mais uma vez a minha maneira de existir, sem muitas cerimônias.
Me preocupar apenas com a plasticidade das coisas. Pra quê tentar entrar no outro e tocar no intríseco?
Esforço desnecessário.

Por demais desnecessário.


C.

8 comentários:

Carlinhos da Boa Morte disse...

vc vai acabar sem personalidade, e sem caráter ao se preocupar apenas com a plasticidade das coisas. se preocupe com vc mesmo. e construa, ao inves de descontruir. afinal, o futuro é uma construção, e nao um empurrão. o que vc faz pelo seu futuro?

(to sem blog, embreve irei "reconstruí-lo")

Cassio Brito disse...

O texto refere-se a maneira de lidar com outras pessoas. Mas apenas aquelas que não fazem a mínima questão de entender o outro.
Meu futuro é agora.

Hieros Vasconcelos disse...

As boas e verdadeiras relações são feitas de entendimentos, ou pelo menos de tentativas. Se não há a preocupação em entender, nao existe o relacionamento. Ele é falso. Vulgar.
Os amores, as amizades são construídas a partir da tenttiva de entender o outro.

Hieros Vasconcelos disse...

Cassio, o que a gente mais fez nessa história toda foi te entender. Entender seus porques, os motivos de suas frustrações, etc. Se vc nao encontrou, quando precisava, o entendimento das pessoas, foi porque vc deixou que elas se afastassem de vc ao nao querer entender o ponto de vista delas. Cassio, vc dizer que sempre entendeu as crises dos outros e nunca foi entendido é uma injustiça! vc reverteu as histórias. A sua crise, a sua história tomou conta da vida de todos. Vc foi mto amado, foi muito entendido e teve - sempre teve - pessoas pra te compreender, para aceitar, mesmo sem concordar, mas respeitar suas decisões.

.profusionn disse...

não quero entrar em méritos, mas pessoas são complicadas, não conseguimos entender a nós mesmos, quem dirá ao outro...

em qual janela seria? e qual o final do dia?

Hieros Vasconcelos disse...

pois é mais fcil entender os outros do que a nós mesmos! rs
cassio tá precisando de uns remedinhos pra ficar mais sensato. rs
se achar certo dessa forma e nao enxergar erro, é como ele mesmo falou, orgulho demais neh cassito! enfim

.profusionn disse...

não sei, não sei se quero estar nessa casa... e encontrar algumas coisas e pessoas, pode ser um lugar neutro? livre de qualquer interrupção?

Luiz Henrique disse...

As vezes as vitimas são consideradas menos frageis que os seus opresores,mau sabem as pessoas que o opressores não teem coração.Na vdd há coisas que não são realmente intendidas e precisam apenas serem sentidas...
ex: quando sua mãe morre todos veem seu sofrimente eles entendem ,mas só vc sente a dor de vdd , alguns acham sua reação estravagante e desnecessária .